O ideal nesse caso é manter uma dieta que seja mais sacietógena ao longo da semana, (sem restrições tão severas), e portanto, passível de ser mantida a longo prazo, evitando-se assim falhas tão frequentes na dieta e os episódios compulsivos.Caso hajam falhas na dieta, não “chute o balde”! Se houverem excessos em uma refeição, não prolongue o excesso às próximas refeições ou a todo o fim de semana! Volte para o foco o quanto antes!

Categorias: Blog

0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *